Acessibilidade

Covid-19 e a demanda por telemedicina no Brasil

O aumento de casos de Covid-19 e nos valores de planos de saúde faz com que mais pessoas busquem pelo serviço de telemedicina no país

Foi um ano diferente em diversos sentidos para todos os brasileiros, e com a crise na área da saúde e reflexos negativos na economia provocados pela pandemia, o novo ano também começou preocupante. As operadoras de planos de saúde tiveram que tomar algumas medidas como fazer alguns reajustes que chegam a 25% (e alguns quase dobrando o valor da mensalidade). 

Esse aumento chegou em um momento ruim, justo quando os casos de Covid 19 aumentaram novamente e fomos informados sobre a segunda onda. Sem investimentos que tornem a saúde pública um serviço de qualidade e um privado assistencial com preços muitos altos, a população recorreu ao atendimento particular. Porém, mesmo em clínicas com atendimento popular, o valor ainda fica caro para muitas pessoas.

Pensando nesse público, empresas que desenvolveram serviços de Telemedicina ganharam destaque. Por ter um atendimento online, o que evita deslocamentos e riscos de contágio, além de preços acessíveis, o atendimento virtual virou uma realidade para grande parte dos brasileiros. A Iron apresentou um aumento de 25% na procura por atendimento nos últimos 2 meses, todos relacionados à suspeita de Covid 19.

Além dos casos emergenciais, a Telemedicina é aliada na continuidade de tratamentos essenciais para a população. Aumentando assim, cada vez mais, a certeza de que o serviço do atendimento médico online veio para ficar.

 

Fonte: Revista Visão Hospitalar

Artigos relacionados

Receba as nossas
novidades por e-mail

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e se aplicam a Política de Privacidade e os Termos de Uso do Google.