Acessibilidade

Como a depressão afeta o seu coração?

Quem nunca afogou as suas mágoas numa tigela de gelado? Quando está a sentir-se mais em baixo, é fácil encontrar conforto na sua comida favorita. Mas pensar na saúde do coração é importante, mesmo quando não se está a sentir muito feliz.

 

“É mais fácil falar do que fazer”, disse Nieca Goldberg, diretora médica do Centro Joan H. Tisch de Saúde da Mulher no NYU Langone Medical Center, em Nova Iorque. “Quando as pessoas estão stressadas, ansiosas ou deprimidas, não estão aptas a fazer escolhas saudáveis, porque estão sobrecarregadas com a situação”, acrescenta Goldberg. “A saúde mental de uma pessoa, em termos de saúde geral, é subestimada.”

 

Por isso, se está a lutar contra o stress ou a ansiedade, recomendamos seguir 3 etapas principais que podem ajudá-lo:

 

  1. Identifique a causa do seu stress ou ansiedade e resolva-a. Procure terapia, se necessário. Se ficar triste por alguns dias, tudo bem, mas se continuar por semanas, procure ajuda.

 

  1. Escolha hábitos saudáveis e não se pressione. Se não tem o hábito de se exercitar, comece gradualmente em vez de se pressionar para voltar a uma rotina rigorosa.

 

Algo tão simples como caminhar 30 minutos por dia, mesmo que faça apenas 10 minutos de cada vez, pode ajudar o seu coração.

 

O exercício físico é especialmente importante quando está a enfrentar problemas no trabalho, na família ou em outras situações na vida. Além de ser bom para a saúde do coração, o exercício pode ser um meio de se sentir melhor no geral.

 

Se procurar alimentos não saudáveis tornou-se num hábito, tente usar técnicas de culinária mais saudáveis e substitua os ingredientes para reduzir a gordura, açúcar, o sódio e as calorias. Opte por lanches saudáveis ou escolha saladas quando jantar fora. Frutas e vegetais frescos são um lanche nutritivo e satisfatório.

Confira as nossas dicas para reduzir o consumo de açúcar.

 

  1. Incorpore outros hábitos de vida saudáveis aos poucos, em vez de tentar “corrigir” tudo de uma vez.

 

Em última análise, tem que se cuidar para quebrar o ciclo de sentir-se deprimido. Isso pode ser algo estruturado, como uma aula de ioga ou prática de tai chi, ou algo que pode fazer em qualquer lugar, como alguns minutos de meditação, ouvir música ou ler um livro.

Descubra as vantagens de praticar ioga!

 

Fontes: American Heart Association; Harvard Business Review

Artigos relacionados

Receba as nossas
novidades por e-mail

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e se aplicam a Política de Privacidade e os Termos de Uso do Google.